sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Amor, eterno amor...

Olá meninas!

Volto agora para retomar de onde paramos... A jornada da maternidade, mais não sem antes dizer que estamos muito bem graças á Deus! Em breve Davi completa dois aninhos e estamos em uma fase maravilhosa..é só gostosura.. já passamos pelas fases mais críticas do início que vou descrever no próximo post e ainda estamos enfrentando e vamos enfrentar muitos desafios, por aqui já passamos pelo desmame que foi um momento muito importante para nós aqui, pela fase dos primeiros dentinhos, pelas vacinas todas, cada gracinha, a peimeira palavra, os primeiros passinhos... cada momento com suas dificuldades e suas alegrias.
 Ser mãe é a melhor parte de mim e não trocaria por nada no mundo, é muito trabalhoso e uma responsabilidade imensurável mais com certeza não me imagino sem essa pessoinha que é a pessoa mais importante da minha vida...
 No começo passamos por muitos desafios e muitos medos, me lembro da tensão dos primeiros meses, do medo de coisas tão terríveis que pode acontecer e que não queremos nem pensar, a responsabilidade pesa tanto que quase não temos tempo para sermos mulher, para cuidarmos de nós mesmas e até o relacionamento conjugal fica mais complicado, e pensamos que tudo isso só está acontecendo conosco, mais não, isso acontece com a maioria das mulheres.. Mesmo o papai ajudando o fardo e a responsabilidade nos pesa aos ombros.. se você está passando por momentos assim, se você tem alguma ou muitas dúvidas não tenha receio em me perguntar, se eu puder ajudar com a minha experiência ou com a minha amizade ficarei feliz em ajudar..
Enfim, davi andando de um lado para o outro, aprontando todas, e no próximo ano irá para a creche, vocês já imaginam como está o meu coração!! Á mil!! rsrs
Bom aí vai uma fotinho nossa para vocês verem a carinha do sapeca!

Um beijo, e até a próxima!




---------------------------------------------------------- Por Bruna Nascimento

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Volteeeeeeeeiiiiiiiiii

Olá meninas lindaaaass

Nossa mais que saudades!
Me desculpem a loooonga ausência, eu não vou colocar a culpa na maternidade, não se preocupem..
Fato é que eu fiquei uma longa data sem computador, eu até tentei postar alguma coisa por celular mais foi definitivamente impossível.
Graças á Deus e ao meu amor lindo que me deu um notebook agora finalmente posso retomar as minhas atividades, agora numa nova fase graças á Deus e com muitas novidades.
Vou contar tudinho nos próximos posts.
Muitas saudades mesmo.

Bjus mil pra vcs








---------------------------------------------------------- Por Bruna Nascimento

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Relato do parto normal - Sus

Nossa gente,  aconteceu tanta coisa que eu nem sei como começar.
O Davi nasceu com 40 semanas e dois dias de gravidez no dia 19/03.
Na semana 40 a minha mãe e a minha avó ficavam me ligando todos os dias pra saber como eu estava e eu não sentia nada.  Cheguei a ir no hospital uns 2 dias antes de ganhar por que achei que estava perdendo líquido mais disseram que não estava, e que estava com 2 dedos de dilatação e só podia internar com 5 dedos e eu voltei pra casa.  Vale uma observação: se você sentir que perdeu líquido fique muito atenta por que sua bolsa pode sim estar furada e eles não perceberem com o toque. Nesse dia eles deveriam ter feito uma ultrassom pra conferir a quantidade do líquido pra evitar o sofrimento do bebê.

Eu anotei os últimos dias tudo o que eu sentia e o relato do parto,  segue abaixo, espero que gostem:

Dia 13/03 39 semanas e 3 dias

Acordei com uma cólica leve e no decorrer do dia tive mais umas 3 mais não eram regulares. 
O médico disse que o bebê encaixou e deve nascer até dia 23/3.
Dores e pressão na virilha.

Dia 14/03 39 semanas e 4 dias

Saiu mais um pouco de tampão mucoso no fim da tarde.  Nada de cólica. Só a barriga que endureceu bastante durante o dia e ficou pesada.
O bebê está mexendo normalmente.

Dia 17/03 40 semanas

Fui ao hospital Campo Limpo e o médico disse que estou com dois cm de dilatação.  Fez um toque dolorido e eu tive sangramento até agora 18/03 as 10h. Sinto durante a noite umas cólicas bem levinhas. 
O médico pediu pra que Eu voltasse sexta-feira. 
Ansiosa. Vamos ver!

Dia 18/04 O dia do início do trabalho de parto

Acordei sem sentir nada. Fiz o serviço de casa normalmente. Lavei roupas e notei no fim da tarde que dependendo do movimento saia um pouquinho de líquido mais não dei tanta importância.
No fim da noite enquanto eu lavava a louça saiu bastante liquido a ponto de molhar bastante o shorts. Eu fui tomar banho e quando eu deitei saiu mais um pouco. Eu estava conversando com uma amiga pelo watts,  meu marido estava dormindo era quase 11 da noite e eu comecei a cronometrar as contrações leves que chegaram nesse momento, eram como uma dor leve e estranha que parecia com uma câimbra misturado com cólica menstrual mais bem leve.
Eu disse para a amiga o que eu estava sentindo e ela perguntou se queria que eles me levassem no hospital,  nesse momento tive dúvidas por que a dor era muito fraca mais estava de 5 em 5 minutos. Decidi ir com eles de carro, avisei meu marido que olhando a minha cara de paisagem achou que eu não iria ter o bebê.  Kkkk
Fomos ao hospital e chegamos lá meia noite. Quase ninguém. Graças à Deus.
Na hora de ser atendida a surpresa: fizeram o toque e disseram que eu não estava com a bolsa estourada e estava apenas com 3 dedos de dilatação.  Eles viram que as minhas contrações já estavam de 3 em 3 minutos mais não quiseram me internar queriam me mandar pra casa. Eu fiquei maluca de raiva e disse que não voltaria pra casa então o médico disse pra eu ficar andando no hospital durante duas horas e depois passasse com ele de novo. Aff
Fiquei lá andando como uma doida até as duas horas da manhã, Mais antes de andar pedi à enfermeira que acompanhava o médico um absorvente e ela me deu. Duas horas depois chamei ela no banheiro para ela ver como o absorvente estava encharcado de um líquido estranho com um pouquinho de sangue.  Só assim eles me examinaram de novo e nada de aumentar a dilatação mais como não havia dúvidas de que minha bolsa tinha rompido eles me internaram graças à Deus.
À essa hora as contrações já estavam doloridas mais suportáveis.
Eu subi para a sala de pré parto e vi aquela cena que nunca vou esquecer: umas 4 ou 5 mulheres cada uma em um estágio de dor. Isso já era por volta de umas 5 horas da manhã.
Fiquei ali ouvindo as explicações das infermeiras sobre o que fazer e respondendo algumas perguntas sobre o que havia acontecido e como estava a dor. Do lado da sala onde eu estava havia a sala de recuperação pós parto, onde as mulheres aguardavam com seus bebês a liberação do quarto.
Me lembro de ficar em uma maca e a dor só aumentando, seguindo as orientações das infermeiras eu fazia abaixamento, caminhava e me deitava para o tão doloroso toque. E nada de dilatação, isso até às 9:30 da manhã. Foi quando a médica mandou colocarem o soro com ocitocina,  aí sim eu fui descobrir o que era dor. Nossa me lembro de não aguentar mais, a dor quase me deixava louca rsrsrs eu caminhava e as contrações já estavam de dois em dois minutos e eu olhava as mulheres com os bebês e morria de inveja.
Resumindo eu finalmente cheguei aos 8 dedos de dilatação e fui levada à sala de parto, chamaram minha avó que foi quem assistiu meu parto mais sinceramente eu estava tão extasiada que só percebi que Ela estava lá quando o Davi já tinha nascido Rsrsrs.
Me lembro de pensar em fazer toda a força possível para aquela dor imensa passar.  Nunca me esforcei tanto. Depois que eu fui levada para a sala do parto em menos de 15 minutos o Davi nasceu, às 11:26 da manhã.
Colocaram ele em cima de mim e eu o toquei aquele,  sem sombra de dúvidas foi o melhor momento da minha vida.  Nunca havia sentido àquilo,  aquele amor foi muito maior do que a dor que eu tinha sentido.  Chorei muito e agradeci a Deus em voz alta. Pedi para a minha avó olhar ele para mim. Estava tudo bem! Respirei aliviada e fiquei atenta à cada movimento enquanto a médica costurava o corte que eu nem senti ela fazer.
Daí pra frente começou a parte da minha frustração e minhas primeiras preocupações de mãe.
Não me trouxeram mais meu filho, disseram que ele estava com a respiração muito cansada e teria que ir direto para o berçário. 
Eu fiquei desesperada e fiquei na sala do pós parto 24h sem ver meu bebê e ao lado de muitas mamães com seus bebês.
Nada descreve a tristeza e preocupação que eu estava sentindo.  Só chorava e orava o tempo todo.
Até que surgiu vaga para o quarto no outro dia às 11:30 da manhã e as infermeiras comovidas com a minha situação me passaram na frente das demais para que eu pudesse ver meu filho.
Fiquei internada no hospital com meu filho por 6 dias. Cada hora era uma suspeita diferente de algo errado com o Davi.  Eu e meu marido ficávamos muito tristes.
Mais o que ele teve de fato foi que engoliu um pouco de sujeira do parto,  teve icterícia e dois buraquinhos no coração.
Saímos do hospital a icterícia já tinha acabado, já havia expelido o líquido e só tivemos que marcar o cardiologista para agosto.
Agora já está tudo maravilhoso e estou curtindo muito meu filho em casa. Não existe nada melhor no mundo. Hoje meu príncipe completou 3 meses. Está ótimo e lindo e com muita saúde.
Desculpem o texto enorme, é que eu quis ser muito detalhista.

Bjus férteis e Deus abençoe a cada uma. ♡♡♡

Semanas 37, 38 e 39

Meninas só agora encontro ânimo para fazer esses posts.
Nas últimas semanas de gravidez e nas primeiras semanas do bebê em casa é muito difícil se concentrar pra escrever e principalmente ter tempo pra isso.
Nas semanas 37, 38 e 39 eu estava tendo uma consulta semanal e estava muuuuito ansiosa.  Não estava conseguindo dormir nadinha por causa da falta de ar e o tempo passava e eu não sentia nenhum sinal de parto. Apesar de que eu sentia umas cólicas tão leves quase impercetível de vez em quando.
Nas semanas 37 e 38 o bebê estava na posição mais não estava encaixado. No final da semana 39 eu tive mais uma consulta, nessas últimas consultas você vai super ansiosa e apreensiva, Não sabe o que vai ouvir.  Eu pensava que durante o toque já poderia estar com bastante dilatação sei lá ou que ainda nada de encaixar e teria que ser cesárea; Nossa passava tanta coisa na minha cabeça.  Mais saí de lá muito feliz pois o Davi finalmente tinha encaixado e eu estava com 1 cm de dilatação.
O médico disse que se o bebê não nascesse até completar 41 semanas era para ir ao hospital de qualquer jeito.
No próximo post conto o relato do parto tim tim por tim tim.

Bjs

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Semanas 34, 35 e 36

Oii gente!

Olha, me desculpem mais parece que está cada vez mais difícil dar uma passada por aqui. Eu ando parecendo um urso. Tudo o que eu quero é hibernar... ficar deitada na cama vendo os dias passarem até o meu principe nascer. To muito cansada e pesada. Um pouco de dor de cabeça.
Essa semana eu acordei duas vezes com o fundo do shorts molhado, fui ao hospital e foi alarme falso. Segundo a médica que me atendeu a bolsa está intacta. Pode ter sido um pequeno escape de xixi.
Só Deus sabe o quanto eu ando ansiosa.
Segunda-feira completo 36 semanas e assim que essa prossima semana acabar o meu bb poderá nascer à qualquer momento sem ser considerado prematuro.
Estou muito feliz.
Depois volto com mais novidades e quem sabe o relato do parto.
Obs: O Davi ainda está mexendo bastante e até sinto a cabeça dele bem no alto da minha barriga,  o que me faz pensar que ele ainda não está encaixado. Perguntei para a médica e ela disse que ainda está cedo e ele ainda tem espaço para mexer à vontade mais sinceramente estou um pouquinho preocupada.

Bjinhos e até a próxima.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

32 semanas! Ta chegando. .

Oi genteeeee.... ando numa preguiça que dá medo. Preguiça de escrever,  de sair.. enfim. ..
Bom, atualizando...
Fizemos uma ultrassom semana passada e fiquei muito feliz com isso,  porque já fazia tempo que eu não via meu príncipe, o que me tranquilizava era somente suas mechidas cada vez mais vigorosas.
Na ultra dessa vez foi muito especial pra mim. Era aniversário da minha mãe e ela junto com a minha irmã e meu pai estavam lá vendo.  Foi a primeira vez que meus pais viram o Davi.
Gente o menino ta ótimo!
Quase 1,9 kg e 42cm de pura saúde.
Resolvemos gravar o dvd.
As novidades que aconteceram nessas últimas semanas são relativamente poucas, sinto-me cada vez mais cansada, estou com o rosto cada vez mais redondo eo nariz enorme kkkk.
As temidas estrias apareceram na minha barriga, estou passando o óleo de amêndoas mais não está surtindo muito efeito.
Agora as mechidas do Davi às vezes ficam doloridas, tem vezes que ele pressiona uma parte do corpinho contra a minha barriga e forma um caroço dolorido,  depois some. Agora ele está grande e eu sempre sei onde ele está, fico brincando de achar o Davi..Nada me faz mais feliz.
Já sinto até os soluços dele, são mechidas rítmicas e sistemáticas que depois param.. fico com dó dele.
Estou muito feliz e pensando no chá de fraldas.. qualquer novidade eu aviso.
Estava com saudades daqui.
Bjinhos para quem ler e de brinde foto da barriga que pra mim quase não cresce.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Coisas que eu só aprendi na prática com a gravidez

Boa tarde meninas!

Seguem algumas dicas que para mim serviram muito bem aos desconfortos deste período tão abençoado que é a gravidez.
Do contrário do que eu pensava,  gestar uma vida não é nada fácil,  embora o prazer de ter seus sonhos realizado compensa qualquer desconforto.
Você vai perceber que seu corpo é quem vai ditar as regras da sua rotina.
Para algumas pessoas pode soar como frescura,  mais eu juro que nunca mais vou julgar uma mulher grávida que senta no preferencial do ônibus mesmo que a barriga seja pequena aff kkkk

Gente o primeiro desconforto que senti de que me lembro que realmente encomodou foram os enjoos.
Dica: pode parecer besteira mais eu troquei minha pasta de dente comum pela de sabor morango e procurei não escovar tão profundamente a língua. Isso já aliviou muito.
E quando aquela sensação horrível chegar coma gelo. Isso mesmo. Não é chupar e morder os pedacinhos e engolir. Nossa para mim resolveu.
E no ônibus ou carro evite ler ou se concentrar no celular. Descobri que isso tbm era o que me provocava enjoos. Não sei se por ficar com a cabeça baixa sei lá.

Outra coisa que me incomodou muito foi a má digestão junto com queimação e sensação de estufamento.
Dica: sempre que acordar por causa disso ou antes de dormir tome uma xícara de chá de erva doce ou erva cidreira.  Ajuda muito.
Evite comer coisas gordurosas ou com tempero forte à noite.
Só agora mais para o 7 mês estou usando o luftal para ajudar de vez em quando com a sensação de estufamento.
E na hora da crise da queimação não tem jeito.  Só apelando mesmo pro chá ou uns goles de leite gelado. Pelo que pesquisei o leite não ajuda na queimação, mais na hora do desespero ele sempre me ajudou kkkk mais evite depender muito dele aposte mais nos chás. Valem muito mais a pena.

Dificuldade para achar a posição ideal para dormir.
Dica: travesseiros, travesseiros e mais travesseiros. Durma na posição que achar mais confortável e não vá pelos mitos.  O bb está muito protegido e se você se sentir confortável ele tbm se sentirá.
Até hoje eu consigo dormir de lado meio de bruços apoiada por vários travesseiros. Tem dado certo.

Dor nas costas
Dica: evite sair muito de casa se você puder.  Em casa agente pode mudar de posição a qualquer momento.  A dor nas costas piora quando vc fica muito tempo sentada,  de pé, andando ou na mesma posição.
Quando a dor chega só mesmo repouso e paracetamol indicado pelo seu médico viiiu.

A princípio que eu me lembro são esses que mais me incomodaram até agora.  Qualquer dúvida perguntem se eu souber respondo com todo prazer.

OBS: NUNCA TOME NENHUM MEDICAMENTO QUE NÃO SEJA AUTORIZADO PELO SEU MÉDICO,  NEM MESMO VITAMINAS E ANTI ÁCIDOS.

Bjs e até a próxima!

Bruna Nascimento Sousa

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Como medir as semanas em meses/ média de fraldas que a criança usa por tamanho

Olá meninas!

Segue duas tabelinhas que me mandaram no watts e que eu achei muito úteis.  Bjinhos